segunda-feira, janeiro 21, 2008

A.3) Call for Proposals: The Tank.

The Tank is currently accepting proposals for:
Bent 2008 : The Fifth Annual Circuit Bending Festival

Festival Dates:
New York Bent Festival - April 17th-19th, 2008.
Los Angeles Bent Festival - April 24th-26th, 2008.
Minneapolis Bent Festival - May 1st-3rd, 2008.

Proposals:
Proposal Deadline: February 5th, 2008
Participant Notification: February 15, 2008
This call is for all three festivals.
Proposals to each festival must be submitted separately.

We are currently seeking performers and artists to participate at each of the
above locations and are specifically looking for submissions in these categories:

Performers, Installation Artists, Artwork Submissions and Workshop Instructors.
For application information, proposal criteria and questions email as appropriate:

Minneapolis Bent Festival - bentmpls@thetanknyc.org
New York Bent Festival - bentnyc@thetanknyc.org
Los Angeles Bent Festival - bentla@thetanknyc.org

We have a limited number of travel grants available as well. Please contact for more
information.

Mike Rosenthal
The Tank
http://www.thetanknyc.org
http://www.bentfestival.org

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

A ilusão do nada






Um dia uma mulher, do nada, deu-me esperança: na vida, no que sinto, naquilo que posso fazer sentir, nos que amo, naqueles que já foram. Foi assim; do nada.
Será um anjo da guarda? Talvez.
Mas o que guarda? AH! Eu. Justo, não?


É bom, útil, confortante, ser Crente, não é Senhor Doutor?

Não Senhor Doutor!
Credo! Não desisti de criar o meu próprio deus, e como sabe, chamar-se-á Eeus… porém, só existe, para mim, aquilo em que creio, e não há crença possível naquilo que ainda não foi criado.

Sim, por um lado, o Eeus ainda não foi criado!
Não acredito que a minha existência esteja terminada aqui. Quando me vaticinam menos uma existência, tenho o parco travo que me sussurra que necessitava de mais uma vida para experimentar um outro caminho, um outro atalho, uma outra vaidade ou euforia, ver uma outra Dolores.


“Tenho pensado muito em ti”, foi o que reparei na altura, quando o telefone já alguém chamava.
Como sempre, voice mail activo; deixei-me ver a paisagem.

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Está aberto concurso para a XIV Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira

Está aberto concurso para a XIV Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira, sobre o tema "AS NOVAS CRUZADAS" e que decorrerá de 18 de Agosto a 29 de Setembro 2007. O Regulamento e Ficha de Inscrição poderão ser consultados no site www.bienaldecerveira.org.

A Bienal de Cerveira, que faz 30 anos em 2008, continua a afirmar a sua identidade como evento sem preconceitos ou lobbies, reflectindo as preocupações e propostas dos criadores da sua época.
Espelho da identidade do meio sócio-cultural de Portugal, tem sido solicitada por artistas e intelectuais do Japão aos Estados Unidos, passando pelos países de Leste e Europa, que fazem desta Bienal um local de encontro e divulgação das suas ideias e projectos, sobretudo as camadas mais jovens, às quais, se não tem sido dada resposta mais abrangente, é pela falta de meios com que a Bienal de Cerveira se tem debatido e ausência de um reconhecimento Estatal consequente à importância deste evento, sediado geograficamente numa das regiões da Europa culturalmente mais carenciada. A persistência da sua sobrevivência deve-se, até agora, à aposta que feita pelo Município de Vila Nova de Cerveira e a um grupo de artistas que sem a preocupação de chamar a si os benefícios pessoais desta iniciativa, antes propõem um diálogo franco e aberto onde o “cartaz” partidário não tem lugar. Com o aparecimento da Fundação da Bienal Internacional de Arte de Vila Nova da Cerveira, novas perspectivas se abrem para uma maior capacidade de intervenção na criatividade e inovação, que, como se sabe, são o motor de uma sociedade melhor, tanto económica como culturalmente.
Esta XIV Bienal, por isso mesmo, ambiciona ser interventiva e polémica, razão pela qual, a par de grandes artistas da Escola de Paris, sobretudo do pós-guerra, lança o desafio a novos criadores com um tema actual: as diferenças culturais entre o ocidente e o médio oriente, e as implicações sociais, políticas, religiosas e económicas que isso representa para os países ricos.
As riquezas da nossa história são a marca das civilizações, desde as Pirâmides à Vénus de Willendorf. A Bienal de Cerveira quer-se uma afirmação de excelência na cultura.

sexta-feira, dezembro 22, 2006

Cartao de boas festas de Rui Rio

Rui Rio este ano apresenta-nos esta pérola da arte contemporanea, aqui está o o resultado da empresa de publicidade do seu braço direito Agostinho Branquinho, que trata da imagem da nossa mui nobre cidade do porto...

quarta-feira, dezembro 20, 2006

MAU FEITIO...



Em primeiro lugar gostaria de dizer à " mar " me parece que somos iguais " tem mau feitio " eheheh.
Em segundo, gostaria
de dizer ao Filipe, do comentário ( que não conheço, penso eu ), não ao que escreveu sobre o rivoli ( o qual conheço e adoro , mas temos por vezes opiniões
muito diferentes, como neste caso em relação ao rivoli), que não sou capaz de " condenar " ou " fazer com a " mar " reflita sobre o facto de ter
abandonado o Porto ". É, penso eu, que a situação " não é só por causa do Rui Rio " mas também " a tristeza que era o Lobi da Culturporto " e " ficamos sem " lugar " em consciência e, não nos interessa por vezes os " jogos de cintura "! É bom saber que somos apenas um, mesmo fora do Porto. O importante é que hajam muitos "apennas um ", mesmo espalhados! É sempre sinal de mudança! E mais uma voz.
Agora que sabemos quem vai gerir o Rivoli, jogada criada pelo Rui Rio para que o Láféria ganhasse, como todos sabiamos, acreditem que agora penso que temos 3 forças :
1- a do Rui Rio ( Láferia )
2- a do antigo Lobi, a
organizar-se para não ter tanta perca, muitos já estão na Casa da Música, como
era de se esperar...
3- a dos que querem que o rivoli seja bem gerido, seja
da cidade e não propaganda politica populista do Rui Rio, nem lobi do PS!

Tomara que os ideais da Culturporto que nos venderam no início e, muitos acreditamos, um dia sejam realidade mas evidentemente, não com os que estavam,
mas outros que façam com que todos tenham direito não só ao espaço mas, a ter vós!

Porque quem não era do grupo não era " profissional ".

Até aqui me revolta a " plateia " associação criada no Porto, com pessoas de esquerda, pior ainda do BE, que para o caso não interessa, mas que eu apoio, subscrevam uns estatutos que " são profissionais aqueles que trabalharam em espectáculos subsidiados
pelo IA"!
e criaram também um projecto para gerir o Rivoli!Vergonhoso!
Gostaria de dizer que sou fundadora de 2 cias e nenhuma delas é subsidiada, até já desisti pois não sou do lobi nem alinho com eles.

Não sou subsídio dependente!Tenho muito orgulho no trabalhos que monto, com profissionais, alguns deles têm carteira de profissionais, há mais de 20 anos, quando em Portugal ainda não existe! E que umas " cabeças tão democráticas e vergonhosamente de
esquerda " subscrevam tal alínea.
Até porque sabemos como é que muitos dos subsídios são atribuídos. Aos amigos e por vezes a amigos de amigos, os ditos “
encostado “ e ”encostadinhos “, quando muitos deles têm um trabalho vergonhoso e insultuoso, para quem entende de teatro e outros para além disso só estreavam no Rivoli para justificar o subsídio e depois mais nada, estava justificado e pronto!


E vamos nós " tão democráticos , tão de esquerda " compactuar com tudo isto!
Haja vergonha na cara, que é o que falta a muita gente! Olha “ mar “como vês cá está o meu mau feitio ! eheheehEmcontin�ncias

segunda-feira, dezembro 04, 2006

EUREKA!

Este Feelings... deu-me um feeling e reencontrei a Etelbina que andava perdida. Não lembrava a senha de acesso!

Hoje li alguns comentários, reli outros e sinceramente quero parabenizar a " mar " pois sinto que não estou sózinha, que há mais Etelbinas , com uma enorma sensibilidade e grande sentido de responsabilidade, cidadania e crítico!

Afinal, mesmo não sendo provincia espanhola ainda há por aqui quem tenha flamengo no corpo a encandear de chamas o que não queremos que morra nem sustentar uma elite oportunista! Viva a " mar "! Obrigada!Em contin�ncias

Feelings... by Nina Simone

Espero.

Sempre esperei por ti.

Não fiz mais nada do que esperar por ti.

Esperava o nosso espaço;

Agora, o tempo começou a contar.

excerto do diário íntimo de um fauno desconhecido

Nina Simone - Feelings

sexta-feira, novembro 24, 2006

"Ser feliz..."

"Se eu pudesse trincar a terra toda
E sentir-lhe um paladar,
seria mais feliz um momento
Mas eu nem sempre quero ser feliz.

É preciso ser de vez em quando infeliz
Para se poder ser natural..."

Alberto Caeiro